Após ocupação de 5 dias, ativistas por passe livre devem deixar Câmara de Porto Alegre com dois projetos de lei

Publicado em 15/07/2013 - 12h49 | Atualizado em 15/07/2013 - 16h02

Manifestantes ocupam Câmara por cinco dias (foto: Ramiro Furquim)

Depois de quase cinco dias de mobilização, a ocupação da Câmara de Vereadores de Porto Alegre por manifestantes se encaminha para o fim nesta segunda-feira (15). Mais de cem pessoas permaneceram no plenário ocupado na manhã de hoje, quando a última assembleia foi realizada.

Na discussão, foi deliberada a espera pela ordem formal de reintegração de posse, o que não ocorreu até ao meio-dia. Ainda na noite de ontem (14), o presidente da Câmara, Thiago Duarte (PDT), e parte dos vereadores cancelaram o expediente desta segunda-feira.

Desde a tarde de quarta-feira (10), foi intensa a movimentação no plenário da Câmara. A ocupação é realizada por organizações que integram o Bloco de Lutas pelo Transporte Público. No último final de semana, duas propostas de lei surgiram após a realização de um seminário.

O primeiro projeto prevê passe livre para estudantes e desempregados, em todas as linhas de ônibus e horários; a segunda proposta propõe a abertura completa das contas das empresas que administram o transporte na cidade.

Havia a expectativa de apresentar ainda hoje os projetos para os vereadores. No entanto, o plano acabou frustrado pelo cancelamento do expediente desta segunda-feira. Como forma de manter a mobilização pela aprovação dos projetos, o Bloco de Lutas marcou um ato em frente à Prefeitura de Porto Alegre, que ocorrerá somente após a desocupação. (pulsar/sul21)

Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*