Polícia Militar e Anatel tentam fechar rádio da Cúpula dos Povos

Publicado em 19/06/2012 - 11h43 | Atualizado em 19/06/2012 - 11h45

Neste domingo (17), agentes da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e policiais militares tentaram fechar a Rádio dos Povos. Comunicadores e ativistas abraçaram a emissora e impediram a ação repressiva.
Polícia Militar e Anatel tentam fechar rádio da Cúpula dos Povos

Neste domingo (17), agentes da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e policiais militares tentaram fechar a Rádio dos Povos. Comunicadores e ativistas abraçaram a emissora e impediram a ação repressiva.
Esta primeira tentativa ocorreu por volta das 15h. Duas horas depois, voltaram ao local para impedir a transmissão. Com o passar do tempo, mais pessoas foram se aglomerando em defesa do direito humano à comunicação.

Os representantes do Estado alegaram rádio interfere na comunicação do aeroporto Santos Dumont, que está ao lado do Aterro do Flamengo. Este é o local onde são realizadas mais de 800 atividades do evento alternativo à Rio+20.

O argumento foi questionado pelo representante nacional da Associação Mundial das Rádios Comunitárias (Amarc), Arthur William. Ele lembrou “a Rádio Globo transmite com 100 mil watts de um local muito próximo à Rádio dos Povos e não recebe visitas da Anatel e da polícia por esse motivo”.

Arthur destacou que emissora da Cúpula dos Povos opera com apenas com 25 watts desde sexta-feira (15). O ativista ressaltou que “a ideia de que as rádios comunitárias derrubam aviões é uma velha mentira”. Além disso, criticou a Lei 9612, que regula as comunitárias no país, por criminalizar comunicadores em todo o país.

Já pela noite, após negociações com representantes de movimentos sociais, surge a proposta de não apreensão do transmissor caso a Rádio dos Povos saísse do ar. Diante da situação, os militantes em torno da tenda da rádio protestavam: “Abaixo à repressão, liberdade de expressão”.

O coletivo de organizações e movimentos sociais que constrói a emissora ainda se reunirá para decidir se continua ou não transmitindo pela freqüência local 90,7 até o dia 23 de junho, último dia da Cúpula dos Povos. A programação da Rádio dos Povos, realizada em diversos idiomas, também pode ser ouvida pela internet.

Via Pulsar Brasil

Compartilhe:
  • Twitter
  • Print
  • email
  • Add to favorites
  • Facebook
  • del.icio.us
  • Google Bookmarks

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>